Estresse financeiro

Se o dinheiro não traz felicidade, a sua falta muito menos!

Foi o que apontou uma pesquisa realizada pela ISMA-BR (International Stress Management Association no Brasil) em 2019. Para 78% dos entrevistados, a incerteza financeira é a principal causa de ansiedade e preocupação.

“Problemas financeiros elevam o stress, afetam a autoestima, interfere na cognição atrapalhando o discernimento mental, pode levar ao uso abusivo de bebida, causar depressão e até levar a pessoa ao suicídio”, confirma Ana Maria Rossi, doutora em psicologia clínica, presidente da ISMA-BR e co-presidente na Divisão de Saúde Ocupacional da Associação Mundial de Psiquiatria.

Em tempos de economia instável, controlar o estresse financeiro pode ser um desafio e tanto! A falta de educação financeira faz com que as pessoas, na maioria das vezes, numa tentativa frustrante de se organizarem, se endividem ainda mais.

De acordo com o Mapa da Inadimplência no Brasil, elaborado pela Serasa (edição de maio/2021), as principais dívidas dos brasileiros estão alocadas em bancos e cartão de crédito, sendo o público feminino o líder do ranking com 50,1%.

A disponibilidade de limites de crédito pré-aprovado, cheque especial e claro, de cartão de crédito visa fomentar o consumo para o desenvolvimento da economia (ok!). Acontece que a maioria que “consome” esses tipos de produtos, consome de forma inadequada por falta de conhecimento, liderando mais tarde, os bancos da inadimplência.

Com isso, entram num ciclo vicioso de dívidas que sugam toda a sua energia, gerando problemas seríssimos como ansiedade e depressão.

Curiosamente, ao contrário do que se pensa, nem sempre é a falta de dinheiro que leva as pessoas ao endividamento, mas sim a falta de organização e gestão financeira. Em meus atendimentos como Assessora de Investimentos, é comum encontrar pessoas com rendas mensais consideráveis, não conseguirem sequer, viajarem nas férias com a família.

Falar de educação financeira é ir além da busca pelo equilíbrio nas finanças. É cuidar da saúde financeira e entender comportamentos e hábitos pessoais na relação com o dinheiro.

Cada pessoa apresenta um comportamento e cada uma possui um objetivo de vida. Por isso, buscar o autoconhecimento, ter um acompanhamento profissional e alinhar as expectativas é tão importante.

Crie bons hábitos e tenha ao seu lado pessoas que te façam bem! Invista em você: cuide da sua saúde financeira!

Compartilhe

Blog do CDL Pitangui

A conexão digital

Com a Pandemia do Covid-19, mudanças de hábitos foram necessárias e evidenciaram uma sociedade frágil e resistente. A transformação digital trouxe para o mercado financeiro

Conheça a assessora Flávia Leão

Natural Pitangui/MG, resido a 7 anos em nossa agitada capital, Belo Horizonte. Filha de um comerciante e uma servidora pública, sempre me vi entre o

Seja bem-vindo (a)!

Iniciamos hoje, um novo cantinho para que você, caro lojista, fique por dentro de informações e notícias que movimentam o mercado financeiro impactando diretamente, no

Mais notícias