Do sul de Minas para o mundo: conheça a história da Tânia Rezende a empresária de Juraia que faz sucesso com sua empresa de moda íntima

do-sul-de-minas-para-o-mundo:-conheca-a-historia-da-tania-rezende-a-empresaria-de-juraia-que-faz-sucesso-com-sua-empresa-de-moda-intima

Tânia Rezende, presidente da ACIJU, diretora financeira da Federaminas e CEO da Intima Passion

O empreendedorismo feminino cresce cada vez mais no país, de acordo com um estudo feito pelo Sebrae, aproximadamente 10 milhões de empreendimentos no Brasil são comandados por mulheres. Tânia Rezende, faz parte dessa estatística e é CEO da Intima Passion, natural de Juruaia a empreendedora começou como costureira e hoje ela administra sua empresa que possuí presença digital em todos os estados do Brasil e cerca de 10 países do exterior.

A jornada de Tânia no ramo de lingerie se iniciou quando ela começou a trabalhar no ateliê de sua tia como costureira, ofício que ela aprendeu sozinha e após um período trabalhando no ateliê, Tânia precisou ficar à frente da empresa, cuidando de todos os processos. Aos poucos ela foi se profissionalizando através de cursos voltados para a costura, modelagem, estilismo, desenho técnico. Com isso, ela deixou o ateliê e passou a trabalhar em outras empresas da cidade, coordenando equipes e gerenciando lojas, depois de um tempo trabalhando em outros lugares, ela resolver embarcar no empreendedorismo e abriu o seu primeiro negócio.

“Minha primeira empresa foi no segmento de moda, apesar de gostar bastante do ramo de moda íntima, eu fui me arriscar gerenciando uma loja de roupas. Essa loja era de uma amiga minha que se mudou para São Paulo e acabei comprando a empresa com o dinheiro do meu seguro-desemprego da época”, conta Tânia.

Além de gerenciar a loja, ela também fazia modelagens para outras empresas e auxiliava no desenvolvimento de coleções, após um período nessa dupla jornada, a mãe de Tânia incentivou a criar a sua própria marca na área de moda íntima. “Nessa época o meu esposo também tinha uma loja, que era no segmento de informática, mas não estava indo muito bem. Então resolvemos unir forças e criar a minha empresa que é hoje a Intima Passion.”

Embora fosse um desafio começar um empreendimento naquele momento difícil e com pouco dinheiro aos poucos a Intima Passion, foi ganhando o mercado da moda íntima. Ainda vivendo em uma situação delicada, sua empresa foi assaltada e levaram tudo, até as peças que ainda não estavam finalizadas. “Eu estava grávida da minha segunda filha e na noite que fui para a maternidade, assaltaram a minha loja e levaram tudo. Depois desse episódio começamos do zero de novo e hoje eu comemoro o aniversário da Intima Passion, junto do aniversário da minha filha Vitória”, conta.

Esse acontecimento foi o ponto de partida para Tânia recomeçar, ela fechou a sua loja de roupas, que já não estava rendendo lucros e foi se dedicar completamente a Intima Passion. “Foi nesse momento que passei a frequentar o universo associativista, porque eu já dominava o processo de desenvolvimento de produtos e já possuía anos de experiência, mas eu não sabia muito sobre gestão de negócios, então eu comecei a frequentar a associação comercial, fiz diversos cursos e me aproximei cada vez mais do movimento associativista.”

Em 2007, dois anos após abrir sua empresa, ela participou de uma missão internacional para o Salão Internacional da Lingerie em Paris, a viagem foi promovida pelo Sebrae, em parceria com a Associação Comercial de Juruaia. De acordo com Tânia, a sua empresa era menor e mais jovem que participou da missão, mas ela não se intimidou por isso e voltou da França com referências diferentes do que se encontrava em Juruaia e também no Brasil.

“Eu voltei para o Brasil com diferentes inspirações, Juruaia sempre produziu um estilo de lingerie muito sensual, depois dessa missão a Intima Passion passou a seguir por uma linha mais clássica e romântica, que não era tão vista por aqui. Durante um bom tempo a nossa loja foi pioneira nesse estilo de lingerie”, afirma.

Com as novas referências, o crescimento da empresa foi ainda maior, Tânia conta que sua empresa está sempre buscando inovação nos modelos de lingerie, matéria-prima de qualidade e reconhecimento da marca. Hoje a Intima Passion, já possui 17 anos de mercado e venceu diversos prêmios. Em 2016 a empresa ganhou o prêmio de Melhor Indústria de Minas Gerais e ficou entre as cinco melhores empresas do Brasil.

A importância do movimento associativista para pequenos empreendedores

Tânia conta que todo seu aprendizado veio do ambiente associativista. Ela pontua que através do movimento associativista, ela aprendeu a ser empreendedora e buscar a diferenciação e identidade para meu negócio. Ela diz que tem o costume de brincar que é ‘arroz de curso’, pois desde sempre participava de todos os treinamentos, palestras e cursos da associação. “O movimento associativista foi fundamental para que a Intima Passion, produza 30 mil peças por mês e tenha grande volume de vendas. Tudo isso eu devo ao associativismo, as conexões que criei e oportunidades que abracei participando desse ambiente”, destaca.

Ela explica que ao participar de forma ativa nas iniciativas da associação de sua cidade, aprendeu bastante com outros empresários e disse que assim foi possível cometer menos erros e contornar as falhas que foram inevitáveis em sua caminhada. “É errando que nós aprendemos e o grande segredo é aprender a consertar o erro de forma rápida e estratégica”.

Foi a partir desse momento, que ela ficou muito próxima da Associação Comercial de Juruaia e foi indicada para ser presidente da ACE, hoje ela está em seu terceiro mandato e também é Diretoria Financeira da Federaminas.

Empreendedorismo Feminino

Tânia acredita que as mulheres empreendedoras, possuem um longo caminho e ainda precisam ganhar várias batalhas para conquistar a equidade de gênero em todos os ambientes do mundo empresarial. “Acredito que o empreendedorismo feminino é uma grande rota de oportunidades para que nós possamos conquistar a equidade, pois a partir do momento a mulher empreende, ela se torna dona do seu próprio negócio, dona da sua própria jornada”, pontua.

Tânia acha que cabe a cada uma das mulheres empreendedoras a ir atrás do conhecimento, se profissionalizar e buscar conhecimento para que através do empreendedorismo a realidade possa mudar. “Eu venho de uma família rural e quando olho para trás consigo enxergar todas as oportunidades que o empreendedorismo e a indústria da moda me proporcionaram”.

Através da sua empresa ela conseguiu se conectar com outras mulheres e se sente grata, pois a Intima Passion possibilita para outras mulheres a chance crescer financeiramente com a revenda dos produtos. “Nós temos cases de sucesso aqui na Intima Passion, de mulheres que conseguiram comprar casa, carro e transformar a vida de suas famílias através da revenda de lingerie. Então minha empresa também é um meio de transformação para outras mulheres e isso é muito gratificante, eu falo que esse é o nosso propósito maior”, afirma Tânia.

Circuito E-Minas – Etapa Pouso Alegre

Valmir Rodrigues, presidente da Federaminas

São histórias como a da Tânia que nos motivam e inspiram a continuar nessa caminhada para fortalecer o movimento associativista e reivindicar pautas importantes para a classe empresarial mineira. Pensando nisso, no dia 4 de agosto, a equipe da Federaminas vai estar em Pouso Alegre, para conversar com os empresários e associações da região sobre associativismo e desenvolvimento econômico.

Será um importante momento para falar de pautas do movimento associativista e muito mais. Na parte da manhã a programação tem como foco os empresários e durante a tarde será voltado para as associações. As vagas do evento são limitadas, corra e não fique de fora do nosso circuito, clique aqui e se inscreva!

O post Do sul de Minas para o mundo: conheça a história da Tânia Rezende a empresária de Juraia que faz sucesso com sua empresa de moda íntima apareceu primeiro em Federaminas.

Compartilhe

Blog do CDL Pitangui

A conexão digital

Com a Pandemia do Covid-19, mudanças de hábitos foram necessárias e evidenciaram uma sociedade frágil e resistente. A transformação digital trouxe para o mercado financeiro

Estresse financeiro

Se o dinheiro não traz felicidade, a sua falta muito menos! Foi o que apontou uma pesquisa realizada pela ISMA-BR (International Stress Management Association no

Conheça a assessora Flávia Leão

Natural Pitangui/MG, resido a 7 anos em nossa agitada capital, Belo Horizonte. Filha de um comerciante e uma servidora pública, sempre me vi entre o

Mais notícias